Perda de garantia

Danos sofridos pelas partes integrantes das instalações em consequência de quedas acidentais, maus tratos, manuseio inadeuado, instalação incorreta e erros de especificação.

Danos causados por impacto ou perfurações em tubulações ( aparentes, embutidas ou requadradasw)

Intalação ou uso incorreto de equipamentos.

Danos causados aos acabamentos por limpeza inadequada ( produtos químicos, solventes abrasivos do tipo saponáceo, palha de aço, esponja de dupla face).

Se for constatado entupimento por quaisquer objeto jogado nos vaos sanitários e ralos, tais como- absorventes higiênicos, folhas de papel, cotonetes, cabelos, etc.

Se for constatada a falta de troca de vedantes ( courinhos ) das torneiras.

Se for constatada s falta de limpeza nos aeradores, provocando assim, acúmulo de resíduos no mesmo.

Se for constatada a retirada dos elementos de apoio ( mão francesa, coluna do tanque, etc), provocando a queda ou quebra da peça pu bancada.

Se for constatado o uso de produtos abrasivos eou limpeza inadequada nos metais sanitários.

Se for constatado, nos sistemas hidráulicos, pressões ( desregulagem da válvula redutora de pressão) e temperaturas ( geradores de calor, aquecedores, etc) discordantes das estabelecidas em projeto.

Equipamentos que foram reparados por pessoas não autorizadas pelo serviço de Assitência Técnica.

Aplicação de peças não originais ou inadequadas, ou adaptação de peças adicionais sem autorização prévia do fabricante.

Equipamentos instalados em locais onde a água é considerada não potável ou contenha impurezas e substâncias estranhas a ela, que ocasionem o mau funcionamento do produto.

Objetos estranhos no interior do equipamento ou nas tubulações que prejudiquem ou impossibilitem o seu funcionamento.

Se não forem tomados os cuidados de uso ou não for feita a manutenção preventiva necessária.